Contacte nós +351 232 613214
Máquinas de Café Expresso
Soluções profissional personalizada

Manutenção do moinho de café espresso – Eis como limpar corretamente o seu moinho de café

Para poder desfrutar durante mais tempo do seu moinho de café espresso, os cuidados que deverá ter são especialmente importantes

O café torrado contém naturalmente gorduras e óleos. Quando combinados com o produto moído, formam-se depósitos dentro do moinho com o passar do tempo. Os grãos frescos de café que passam por um moinho que seja raramente limpo podem absorver os elementos rançosos e alterar significativamente o sabor.

Com a continuidade, os resíduos dos grãos diminuem o desempenho de um moinho de café espresso, influenciando assim um grau de moagem constante e a vida útil do moinho. Se for usado um grão de café com elevado teor de óleo, o processo de limpeza deverá ser mais frequente. O café com muito óleo reconhece-se, muitas vezes, por uma torrefação escura com grãos brilhantes.

No entanto, não é motivo para entrar em pânico, pois se atrasar ou adiantar a limpeza em um dia, não há qualquer problema. Para um uso doméstico médio, basta observar as seguintes dicas de limpeza para o seu moinho de café espresso:

  • Limpeza do moinho uma vez por mês (com um consumo de cerca de 2 kg de café)
  • É recomendada uma limpeza semanal em caso de utilização intensiva
  • Limpar o moinho antes de um período de férias mais prolongado
  • Esvaziar o dispensador de grãos, limpá-lo com um pano macio e húmido, e secá-lo
  • Aspirar os restos de café do moinho com um aspirador
  • Voltar a colocar o dispensador de grãos
  • Espalhar o granulado de limpeza no dispensador, adicionar cerca de 14 g de grãos e iniciar o programa de moagem
  • Encher o dispensador de grãos e realizar uma moagem final
  • Observar as instruções de cuidados na embalagem

 

Nota: os intervalos de cuidados para utilizadores particulares ou da área da restauração variam consoante a intensidade e o volume de café. Por isso, adapte estes intervalos para limpezas quinzenais, semanais ou diárias, conforme necessário.

Quando deve substituir as lâminas de moagem do seu moinho de café espresso, e como reconhecer essa necessidade?

Os moinhos de lâminas funcionam com vários intervalos entre duas lâminas especialmente polidas, sendo que só uma delas se movimenta durante o processo de moagem. À medida que nos aproximamos da borda, a distância entre lâminas fica cada vez mais pequena e o pó de café é moído de forma cada vez mais fina. Quanto maior o diâmetro das lâminas, maior a quantidade de pó e a estabilidade da temperatura por cada processo de moagem.

Os moinhos de lâminas desgastam-se com o tempo, pelo que as lâminas de moagem devem ser substituídas a cada dois ou três anos. A frequência depende da quantidade de café efetivamente moída. Mas não só o tempo é importante para a substituição, também se deve ter em conta os quilos de café processados. Em função do modelo, do diâmetro das lâminas e do material, os moinhos estão concebidos para cerca de 300 a 1500 kg de grãos de café. Muitas vezes, reconhece o desgaste pelo facto de regular o grau de moagem sem que o resultado se altere. Nesse caso, o café lasca muitas vezes e dispersa. Significa claramente que as lâminas devem ser substituídas.

Após a substituição, as lâminas de moagem novas precisam de um certo tempo de adaptação. As lâminas afiadas de fábrica devem primeiro ficar desgastadas antes de o moinho "estabilizar" e ter uma moagem constante. A substituição tem um custo acessível e compensa.

Eis como pode encontrar o moinho de café espresso certo para a sua utilização

Escolha o moinho consoante a sua utilização e o volume de café esperado. Ou seja, tenha em atenção se se destina a um uso particular, ao escritório ou à restauração. Se comprar um moinho fraco e moer muito café, o resultado não será muito satisfatório devido ao desgaste rápido de várias peças.